Imprensa

Editora Paraibana Xeroca! lança livro Cinema Paraibano e Gênero nessa segunda (28)
Cerca de vinte pesquisadores escrevem sobre filmes e diretores do estado. Publicação foca nas questões de gênero e diversidade

EMERSON CUNHA - Assessoria

A editora paraibana Xeroca! lançou nessa segunda-feira (28) o livro Cinema Paraibano e Gênero, sobre as transversalidades entre o cinema produzido no estado e as questões de gênero e diversidade, além dos gêneros cinematográficos. A publicação faz parte da coleção "Cinema Paraibano e suas Interfaces", que tem mais três títulos no prelo: Cinema Paraibano e Cotidiano, Cinema Paraibano e Imaginário, e Cinema Paraibano e Sociedade, ainda em fase de finalização. O lançamento foi realizado na Universidade Federal Fluminense, às 18h, no campus de Gratoatá, para o curso de Licenciatura em Cinema e Audiovisual. Em João Pessoa, o lançamento deverá ocorrer em breve.

O livro é organizado pelas pesquisadoras Janaíne Aires, doutoranda da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e a professora Virgínia de Oliveira Silva, pós-doutora em Educação e docente da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Janaíne explica que o livro é uma proposta do Projeto Cinestésico, que atua na pesquisa, produção difusão e debate do audiovisual da e na Paraíba. "Os filmes contemplados nesse volume são de cineastas muito atuantes nos debates sobre gênero e diversidade. Todos os volumes do livro são compostos por artigos de pessoas convidadas individualmente, colaboradores do Projeto Cinestésico e em outros casos grupos de pesquisa de outros estados", afirma a pesquisadora. Livro conta com textos sobre filmes de André da Costa Pinto, Bertrand Lira, Henrique Magalhães, Jomard Muniz de Britto, Pedro Nunes e Virgínia de Oliveira Silva.

Para elas, o título se estende pela longa tradição de crítica cinematográfica da Paraíba, em que se precisa investir ainda mais. "A proposta da coleção sempre foi de articular pesquisadores para refletir sobre o cinema do nosso estado e suas conexões com a cultura e a política. Buscamos multiplicar as vozes, estimular o contato entre pesquisadores de diferentes áreas e visões sobre filmes produzidos por diversas gerações de cineastas", coloca Aires.

Motivação Educacional

Oliveira, por sua vez, enfatiza que os textos têm uma importante motivação educacional. "A Coleção Cinema Paraibano e Suas Interfaces proporciona que o volume 'Cinema Paraibano e Gênero' e os que virão coloquem em diálogo aberto e franco os filmes paraibanos neles analisados com a possibilidade de sua entrada no ambiente educacional, qualificando o que normatiza a Lei 13.006/2014". Os próximos livros estão em vias de finalização e deverão ser lançados em breve. Todos os títulos da coleção poderão ser acessados e baixados livremente no blog da editora: www.editoraxeroca.blogspot.com.

Sobre a Editora Xeroca!

A editora Xeroca! é uma iniciativa independente de pesquisadores paraibanos como forma de divulgação das pesquisas, literatura e poesias paraibanas. Em busca de autores paraibanos e de discussões sobre temas do estado, pretende fazer a publicação livre e/ou de baixo custo de seus livros, como forma de disseminação de conhecimento.
A editora conta atualmente com mais de 10 títulos, lançados ao longo de dois anos.

Contatos

Virgínia de Oliveira Silva é pós-doutora em Educação, professora da UFPB, cineasta e coordenadora do Projeto Cinestésico.
cinestesico@gmail.com

Janaíne Aires é Doutoranda em Comunicação e Cultura pela UFRJ e voluntária do projeto Cinestésico desde 2008.

Nenhum comentário:

Postar um comentário